Para cima

O que é esta misteriosa Porosidade do cabelo?

Provavelmente, já ouviu algo sobre isso. Certamente, também se lembra de que a camada externa do cabelo năo é lisa, como, por exemplo, o vidro, mas é composta de cutículas que se sobrepőem umas ŕs outras. Resumidamente, as cutículas do cabelo ou estăo juntas ou separadas. O grau em que as cutículas estăo separadas determina o tipo de porosidade do cabelo. Quanto mais as cutículas estiverem separadas, mais porosidade tem o cabelo.

Existem tręs tipos de porosidade do cabelo. Lembre-se de que o cabelo parece diferente, pois tęm diferentes tipos de porosidade. Portanto, precisam de um tipo diferente de cuidado. Resumindo, a porosidade do cabelo determina as necessidades do cabelo.

O que é esta misteriosa Porosidade do cabelo

Tipos de porosidade do cabelo

1. Cabelo de baixa porosidade

O cabelo de baixa porosidade é bastante difícil de encontrar. É grosso e pesado, difícil de secar e muito difícil de fazer penteados. Acontece que nenhuma tinta para o cabelo pode pintar os cabelos de baixa porosidade. Além disso, este tipo de cabelo năo se deteriora tăo rápido quanto o cabelo das outras porosidades, mas tem que lutar com seus próprios problemas – é pesado, o que torna o cabelo constantemente achatado, sem o volume. Os cabelos com baixa porosidade geralmente tendem ficar oleosos com frequęncia, o que pode contribuir significativamente para o enfraquecimento dos folículos capilares. Produçăo excessiva de sebo combinada com cabelos grossos, bloqueia o oxigęnio que, como consequęncia, perturba a circulaçăo. O resultado é que a pele fica doente, e com isso, o cabelo também começa a ficar doente.

A alimentaçăo adequada, a proteçăo e o cuidado do couro cabeludo săo a obrigaçăo para o cuidado do cabelo de baixa porosidade.

2. Cabelo de porosidade média

O tipo de cabelo de porosidade média é o tipo de cabelo mais comum. Pode ser descrito como o “cabelo no meio” pois situa-se entre os cabelos pesados de baixa porosidade e os cabelos super danificados e secos de alta porosidade. É bom para fazer penteados e relativamente elegante, mas parece “aborrecido” com frequęncia. Os cabelos de porosidade média podem surpreender negativamente, pois podem ficar facilmente frisados, com as pontas desidratadas e muitas vezes afetados pela caspa. Além disso, se tratados com produtos de cabelo incompatíveis, os cabelos de porosidade média podem ficar oleosos ou excessivamente desidratados. Este tipo de cabelo é fácil de enfraquecer. Uma vez que a sua condiçăo se deteriora, o cabelo começa a cair, pois o seu crescimento pode ser interrompido.

A nutriçăo, a proteçăo contra danos, o cuidado do couro cabeludo e a melhoria do condicionamento do csbelo, é o núcleo do cuidado do cabelo de porosidade média.

3. Cabelo de porosidade alta

O cabelo de alta porosidade é extremamente danificado. É desidratado, baço e quebradiço. O aspeto do cabelo deixa muito a desejar. As pontas do cabelo estăo espigadas e frisadas. O cabelo perde o volume e torna-se áspero. O cabelo é difícil de controlar e cai com frequęncia. Por esse motivo, o cabelo tem que ser protegido, reabastecido com água e reforçado, uma vez que está completamente indefeso. Por outras palavras, este tipo de cabelo năo tem proteçăo e está exposto aos danos futuros.

Proteçăo, hidrataçăo e nutriçăo é o que o cabelo de alta porosidade mais precisa.

Óleos para cabelo e tipos de porosidade do cabelo

Já dissemos antes que as cutículas do cabelo estăo separadas em vários graus (o que determina o tipo de porosidade). Portanto, é extremamente crucial é combinar as “lacunas” com moléculas adequadas de que um óleo específico é feito.

Seria melhor explicado de forma mais figurativa. Ou seja, já tentou abrir alguma porta com a chave errada? É assim que os óleos funcionam, ou melhor, năo funcionarăo se năo coincidirem com a porosidade do cabelo. Por outras palavras, uma pequena molécula de óleo deve caber no espaço criado entre o cabelo e as cutículas levantadas. Por esse motivo, é altamente importante estar ciente do próprio tipo de porosidade do cabelo e saber que ácidos gordos se adequam ao tipo de porosidade do cabelo.

Como definir a porosidade do cabelo?

Em primeiro lugar, deve prestar muita atençăo ao seu cabelo. Definir a sua porosidade do cabelo năo é muito difícil. Cada tipo de porosidade do cabelo possui características próprias, e tem uma aparęncia diferente. Uma vez familiarizadas com as características dos tipos de porosidade do cabelo, a maioria das mulheres consegue perceber qual é o seu.

No entanto, se precisar de fazer um teste, coloque cair um cabelo limpo (livre de condicionadores, bálsamos e cremes) numa tigela com água. Deixe-o “nadar” na tigela durante mais ou menos 10 minutos para verificar se ele chegou ao fundo ou năo. Quanto mais fundo o cabelo estiver, maior a porosidade. Por outras palavras, o cabelo de alta porosidade absorve água rapidamente, enquanto o cabelo de baixa porosidade é bastante relutante em absorver a água. Naturalmente, o cabelo de porosidade média é esperado “nadar” no meio da tigela.

Porosidade do cabelo – Que óleos devo escolher?

BAIXA POROSIDADE -escolha Óleo de coco, óleo de Babassu, óleo de palma , e outros óleos ou manteigas de pequenas moléculas e com o domínio de ácidos gordurosos saturados.
MÉDIA POROSIDADE – -escolha Óleo de macadâmia, óleo de argăo, óleo de jojoba, óleo de sésamo, óleo de abacate, óleo de camélia, óleo de Moringa, óleo de semente de damasco, óleo de amęndoas doces, assim como todos os outros óleos com o domínio de ácidos gordos do grupo ómega 7 e ómega 9.
ALTA POROSIDADE – -escolha Óleo de cedro, óleo de rícino, óleo de prímula, óleo de cártamo, óleo de sementes pretas, óleo de semente de uva, óleo de linhaça, óleo de milho, óleo de semente de girassol , assim como qualquer outro óleo com o domínio de ácidos gordos do grupo ómega 3 e ómega 6.

Como aplicar o óleo no cabelo?

A aplicaçăo de um óleo para cabelo particular ou uma mistura especial de óleos naturais é simples. Coloque o óleo no couro cabeludo e todo o comprimento do cabelo. Este tipo de procedimento é chamado detratamento do cabelo de óleo.

Está numa situaçăo muito conveniente ao executar o tratamento do cabelo de óleo porque é vocę quem escolhe quando realizar o procedimento, com que frequęncia e quanto tempo deixa o óleo atuar. Pode deixá-lo no cabelo durante a noite e lavar de manhă com champô. Além disso, pode aplicar um óleo no cabelo para deixá-lo durante 15 minutos (ou uma hora, duas ou cinco).

Além disso, vocę decide se aplica o óleo no cabelo seco antes de o lavar, ou no cabelo húmido logo após a lavagem. No entanto, quando optar por aplicar o óleo nos cabelos logo após a lavagem, certifique-se de que năo o aplica no couro cabeludo, uma vez des que năo vai lavar o cabelo brevemente.

Os óleos para cabelo naturais săo ótimos para penteados e apresentam uma proteçăo natural contra o calor, portanto, é aconselhável aplicá-los no cabelo seco antes de fazer um penteado, ou no cabelo húmido antes de começar a usar um secador. Os óleos naturais para o cabelo também funcionam como um sérum para os cabelos danificados.

Óleo para cabelo natural – versátil, brilhante e idealmente correspondente ao seu tipo de cabelo. O que mais poderia precisar?